segunda-feira, 21 de novembro de 2011

BRINCADEIRA DE CRIANÇA

As crianças, desde cedo,
Trabalhavam duro na roça.
Na hora do folguedo
Reuniam-se na palhoça.

Dali partiam sorridentes,
Todas com forquilhas na mão;
Em busca de serpentes,
Para prendê-las ao chão.

(Wesley Rezende)

2 comentários:

  1. Essas suas poesias sempre nos fazem pensar, amigo poeta wesley.

    ResponderExcluir
  2. Salve, Mario! Pensar sempre é a ideia, rs.
    Abração.

    ResponderExcluir