domingo, 17 de setembro de 2017

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA NO ESTÚDIO BELAS ARTES

Os fotógrafos Manoel Rebello e Cyro Henrique, alunos do Estúdio, expuseram parte dos seus trabalhos no dia 14 de setembro. O ambiente saudável que o Estúdio propiciou, estimulou os presentes ao bate papo agradável sobre diversos assuntos envolvendo a cultura de maneira geral.
endereço do estúdio: http://www.estudiobelasartes.com.br/


sexta-feira, 8 de setembro de 2017

15 músicas para conhecer um pouquinho do Mundo

Cada país tem uma cultura diferente, e isso se reflete em seus costumes, em sua cultura e, consequentemente em sua música. Na minha página do Facebook eu iniciei um #Tag #MúsicadoMundo, onde pesquiso um pouquinho sobre os países (bem pouco mesmo infelizmente) e compartilho uma música de lá que tenha me agradado (sei que é super personalista escolher o que eu mais gosto em vez de pesquisar mais sobre críticos influentes e etc. então me perdoem essa falha), enfim, deu vontade de postar alguns dos primeiros vídeos que compartilhei no Facebook por aqui, para que conheçam um pouco!
  1. Africa do Sul
  2. África do Sul ou República da Africa do Sul é um país localizado no Extremo Sul da África. O país possui três capitais: Pretória (capital executiva), Cidade do Cabo (Legislativa) e Bloemfontein (capital judiciária) e reconhece 11 idiomas oficiais, sendo os principais o africâner e o inglês sul-africano
    Música:  Vulindlela (Brenda Fassie)

2. Benin
Benin ou República do Benin é um país Africano, cuja capital é Porto Novo. Sua história é bastante triste, tendo-se em vista ter sido conhecida como “Costa dos Escravos” até a abolição da escravatura. Após esse período, Benin foi batizada como Daomé Francesa, permanecendo colônia da França até sua independência em 1960, com o nome de “República de Daomé”, e, somente em 1975 adotou o atual nome. Atualmente o país é uma república presidencialista, cujo idioma oficial é o Francês. O país apresenta um IDH considerado baixo, com sua atividade econômica baseada principalmente na agricultura de subsistência, exportação de algodão e têxteis, além de cacau. Em questão de religião, convivem no país muçulmanos, cristãos e praticantes de outras tradições religiosas locais, dentre elas o vodun.

Música: Malaika (Angelique Kidjo)
3- Botswana
A música do país é uma mistura animada de sons, misturando tradição e influências internacionais como o rock, o soul e até mesmo a rumba.
Música: Tsala (Dikakapa)
4- São Tomé e Príncipe
São Tomé e Príncipe é um Estado insular localizado no continente africano; foi colônia portuguesa até 1975, por isso o idioma oficial é o Português. O país tem como moeda oficial a Dobra, e sua principal atividade é o turismo. É uma república semipresidencialista e, em relação a religião, possui maioria católica, mas há espaço para diversas vertentes  Religiosas

5- Canadá
É um país que ocupa grande parte da América do Norte, é o segundo maior país do mundo. O Canadá é uma federação composta por dez províncias e três territórios, uma democracia parlamentar e uma monarquia constitucional, com a rainha Isabel II como chefe de Estado — um símbolo dos laços históricos do Canadá com o Reino Unido — sendo o governo dirigido por um primeiro-ministro. Sua capital é Otawa e seus idiomas oficiais são o francês e o inglês.
Música: Loreena Mckennitt (All Souls Night)


6- Antígua e Barbuda
País independente constituído por 37 ilhas localizadas entre o Mar do Caribe e o Oceano Atlântico. Seus primeiros habitantes surgiram há mais de 4000 anos. Descobertos em 1493 por Cristovão Colombo, foram colonizados pela Espanha, sendo vendidas em 1667 para a Grã-Bretanha. O país só se tornou independente em 1981. Apesar de independente, o país reconhece a Rainha Elizabete II como Chefe de Estado. O país tem o inglês como idioma oficial e sua capital é Saint John’s. O país possuí dois ritmos típicos – o calipso e a soca.


7- Argentina
A Argentina, oficialmente República Argentina, é o segundo maior país da América do Sul em território e o terceiro em população, constituída como uma federação de 23 províncias e uma cidade autônoma, Buenos Aires. É o oitavo maior país do mundo em área territorial e o maior entre as nações de língua espanhola, embora México, Colômbia e Espanha, que possuem menor território, sejam mais populosos. O país tem como idioma oficial o espanhol, sua capital é Buenos Aires e sua moeda é o peso argentino.
Confesso que é difícil escolher apenas um artista para postar! Amo a música argentina, amo a sonoridade do espanhol falado/cantado por lá. O país é marcado musicalmente pelo tango e, apesar de gostar imensamente de Carlos Gardel, hoje decidi compartilhar uma banda de rock bem atual que conheci em companhia de um amigo muito querido e que hoje se tornou uma das minhas bandas internacionais favoritas: La Franela.
Música: Fue tan bueno (La Franela)
8- Peru
O Peru (capital Lima), oficialmente República do Peru, é um país latino-americano banhado pelo Oceano Pacífico e com relevo bastante variado – que vai de planícies áridas a picos nevados e florestas. Sua população, estimada em mais de 30 milhões de pessoas, é de origem multiétnica, sobrevivendo principalmente de atividades como a agricultura, a pesca e a exploração mineral, além da manufatura de produtos têxteis. Apesar de o idioma oficial ser o espanhol, idiomas típicos como o quíchua são muito utilizados.
Música: Te quiero (Susana Baca)

9 – Afeganistão
O Afeganistão,oficialmente República Islâmica do Afeganistão é um país de clima desértico que está localizado no centro da Ásia, possui cerca de 29 milhões de habitantes, tem uma área de 647 500 km², sendo o 40.º país mais populoso do mundo. O país possui dois idiomas oficiais: pachto e dari e se divide em 34 províncias, sendo Cabul sua capital.  Pesquisando um pouco sobre o país, descobri que a música e as artes em geral foram banidas da vida da população pelo Taleban.  Descobri também que o próprio Taleban produziu músicas que a população poderia escutar: Utilizando-se de canções folclóricas no país, eles criaram músicas com mensagens que incitam as pessoas a se sacrificarem na Jihad (Guerra Santa). Infelizmente é bem difícil encontrar as músicas tradicionais afegãs traduzidas e, para não divulgar acidentalmente as versões alteradas de tais canções, decidi escolher uma música mais moderna, de um dos poucos cantores afegãos que consegui encontrar.
Música: Waqte Arosi Aftaw Az Khana Mebarya ( Farhad Darya Nashir)
10 – Emirados Árabes Unidos
Os Emirados Árabes Unidos são a união de sete emirados (emirados é o equivalente a principados):  Abu Dhabi, Dubai, Sharjah, Ajman, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujairah localizados no Sudeste na Península Arábica. Sua capital é Abu Dhabi, sua religão oficial é o Islamismo e o idioma oficial é o árabe.
Música: Boshret Kheir (Hussain All Jassmi)
11 – Arábia Saudita
A Arábia Saudita localiza-se na Península Arábica. O país, cujo nome oficial é Reino da Arábia Saudita, possui o maior território da Ásia Central e, apensar de relativamente jovem , uma vez que oficialmente foi fundado em 1932, possui uma ecomonomia classificada como de alta renda, baseada principalmente no petróleo. Sua capital é Riade, a moeda oficial é o Riyal e o idioma o Árabe. Seu sistema de governo é uma monarquia absolutista e teocrática e não possui uma legislação independente da religião – o Alcorão, livro sagrado do islã, é também a lei aplicada no país.  Infelizmente não encontrei nenhum artista de nacionalidade Saudita, é uma pena não ter nada tradicional para compartilhar com vocês. Quem sabe um dia?
12- Vietnã
O Vietnã, ou oficialmente, República Socialista do Vietnã, é um país localizado no sudoeste asiático, na península da Indochina.   O país é um estado unitário, governado pelo presidente e primeiro ministro, possui idioma próprio – o vietnamita, moeda própria – o Dong e uma longa história, infelizmente marcada pela colonização francesa e por guerras sangrentas. Em relação à religião, convivem no território vietnamita o Budismo, o Taoísmo,  o confucionismo e o catolicismo predominantemente, além de outras religiões como o Hao-Hao, por exemplo. O país é culturalmente rico, com trajes, culinária, música e literatura tradicionais.
Música : Vê Vói Dông (Hông Nhung)

13- Albânia
A Albânia oficialmente República da Albânia é um pequeno país montanhoso da península Balcânica, no sudeste da Europa. Tem uma área total de 28 748 km² e uma população de cerca de 3 milhões de pessoas. A capital, Tirana, é a maior cidade do país. Economicamente, é um dos países menos desenvolvidos da Europa, mas seu IDH é superior ao brasileiro. A moeda oficial do país é o Lek. Um dado interessante: Em 1967 todas as igrejas e mesquitas foram fechadas e as práticas religiosas proibidas e, apenas em 1990 o governo passou a permitir práticas religiosas particulares. A maioria da população do país é muçulmana. Dentre tantas vozes bonitas que encontrei na pesquisa sobre o país, escolhi a cantora Emmy (nome artístico de Elsina Hidersha), uma linda jovem assassinada em 2011 pelo ex-namorado. Infelizmente o machismo e a violência contra a mulher fazem vítimas todos os dias e cabe a cada uma de nós lutar pela construção de uma sociedade livre e pela desconstrução do machismo e dos preconceitos que causam tantas vítimas a cada dia
Música: A ma jep (Emmy)
14- Andorra
Andorra,  Principado de Andorra ou Principado dos Vales de Andorra é um país europeu localizado entre o noroeste da Espanha e o sudoeste da França. É um país com a expectativa de vida alta – 83,52 anos. Sua lingua oficial é o Catalão, mas também tem como idiomas o castelhano, o português e o francês. É o sexto menor país da Europa e sua capital é Andorra la Vella (Andorra – a – velha).
Música: Jugarem a estimar-nos (Marta Roure)

15- Lituânia
Localizada no continente europeu, a  Lituânia é uma das três Repúblicas Bálticas. O país fundado em 1253, sofreu ocupações pela Rússia/Prússia, em 1795, posteriormente foi ocupada pelos soviéticos (1940), pelos Nazistas, novamente pelos soviéticos (1944), tendo sua independência restaurada em 1990. Sua população apresenta índices decrescentes de crescimento. O país é uma república semipresidencialista, cuja moeda oficial é o Euro, o idioma oficial é o Lituano e sua capital, Vilnius é a cidade mais populosa do país.
Música: Saules Miestras (Andrius Mamontovas)

16- Tuvualu
Tuvalu, localizado ao Sul da Oceania,  é um Estado da Polinésia, formado por um grupo de nove ilhas e atóis. Sua capital é Funafuti. Seu território é pequeno, e corre risco de desaparecer devido ao aquecimento global. O país é uma monarquia constitucional, cujo idioma oficial é o Inglês tuvualano e a moeda é o Dólar de Tuvalu ou o Dólar Australiano. Noventa e sete por cento da população é protestante.  O país tem apenas um hotel, não possui museus ou emissoras de TV. Curiosamente é o país do mundo que menos polui, apesar de ser um dos que mais sofre as conseqüências da poluição. Pesquisando por músicos de Tuvualu, só encontrei um – Afaese Manoa. Ele é escritor e músico e compôs o Hino Nacional de Tuvualu  “Tuvualu mo me Atua” na ocasião da independência do país, que, como a maioria das obras do autor, é marcado pela religiosidade. É a única música disponível no youtube!
17 – Jordânia
A Jordânia está estrategicamente localizada no cruzamento da Ásia, África e Europa. Sua capital e cidade mais populosa é Amã.  O país tem como idioma oficial o Árabe e como moeda oficial o Dinar Jordaniano. O país é uma monarquia unitária e a religião é majoritariamente o islã sunita, havendo também cerca de 6% de cristãos.
Música: Mind Controller (Ayah Marar). Aviso: A artista foge completamente do que se esperaria de países Árabes!

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Primavera Literária

Livros devem ficar sempre presos em estantes? Ou cumprem melhor sua missão quando passam de mão em mão? A resposta é quase unânime – Livros devem ser lidos. E depois? Doar? Guardar em uma estante empoeirada?
Existem alguns projetos interessantes para colocar os livros em movimento – Livro livre, livro viajante, liberte seus livros. E inspirada nesses projetos e também na chegada da Primavera, criei o projeto “Primavera Literária” – A ideia é que dia 23 de Setembro, comemorando a chegada da estação das flores, espalhemos livros pela nossa cidade – Não apenas abandonar um livro por aí, mas deixá-lo com um bilhetinho sugerindo que, quem o encontrar, leia e depois recoloque o livro em circulação com outro bilhete e assim por diante.  Sinceramente, não sei o quanto as pessoas estão dispostas a aderir a um evento assim, mas decidi tentar e descobrir no que vai dar.
E você? Topa participar? Dá uma olhadinha lá no evento que criei no Facebook, confirma presença e convida os amigos e amigas – É só clicar aqui para fazer uma visitinha!

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Florianópolis, SC, vai sediar
IX edição do Prêmio Literarte
                           Evento terá lançamentos de livros, apresentações de dança e música. 

A cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina, vai sediar na próxima sexta-feira (14), a IX edição do Prêmio Literarte. A programação do evento conta com lançamentos de livros, apresentações de dança, música lírica, além da cerimônia de gala para a entrega do Troféu Melhores do Ano, que homenageia escritores, artistas e profissionais que se destacaram em suas respectivas áreas de atuação.

A cada ano, o evento é realizado em uma capital diferente. No ano passado, a cidade de Curitiba, no Paraná, foi à escolhida para receber o Prêmio Literarte. “Escritores e artistas de diferentes lugares do país serão homenageados. Além da programação que está sendo divulgada, teremos também muitas surpresas”, adiantou a presidente da Literarte, Izabelle Valladares.

“Com este prêmio, a Literarte reconhece, distingue, e premia a quem se destaca na sociedade com excelência na gestão de suas carreiras, contribuindo assim efetivamente para o desenvolvimento cultural e, consequentemente, socioeconômico do país”, finaliza Izabelle.

Com sede em Cabo Frio, no litoral do Rio de Janeiro, a Literarte tem correspondência em 18 países. A entrega do Troféu Melhores do Ano tem o objetivo de destacar os trabalhos de literatura, mídia, música e artes em geral, dentro dos seus critérios de criatividade, perspicácia, adequação, e equilíbrio. 

Veja a programação
Sexta-feira (14)
15h30 - Lançamento da Revista Literarte, e de diversos livros, na Biblioteca Pública Municipal Professor Barreiros Filho;

18h – Exposição de quadros no hall de entrada da Assembleia Legislativa;

19h30 – Cerimônia de gala, aberta ao público, para a entrega do Troféu Melhores do Ano, na Assembleia Legislativa;

EM 2016, O EVENTO ACONTECEU EM CURITIBA.jpg
EM 2016, O EVENTO ACONTECEU EM CURITIBA.jpg

IZABELLE VALADARES, PRESIDENTE DA LITERARTE.jpg
IZABELLE VALADARES, PRESIDENTE DA LITERARTE.jpg

quarta-feira, 31 de maio de 2017

EDITAL DO XIº CONCURSO POESIARTE DE POESIA




XIº CONCURSO POESIARTE DE POESIA

REGULAMENTO

1. Participantes:

1.1. Qualquer cidadão brasileiro ou estrangeiro, sendo que os poemas inscritos estejam em língua portuguesa.

1.2. A idade mínima para participação do concurso é de 12 anos.

2. Período de inscrição:

2.1. Início: 03 de abril de 2017.
Término: 30 de junho de 2017.

2.2. As inscrições serão feitas por via e-mail. Serão só aceitas as inscrições até a data limite (30 de junho ) para: poesiarte@hotmail.com

3. Categoria:

3.1. Poesia – 1 (uma) por concorrente, com máximo de 3 (três) laudas (folhas).

3.2. Os participantes poderão enviar sua poesia sem precisar de um padrão específico poético, ou seja, poderão enviar em forma de soneto, haicai, trova, elegia, poetrix, etc.

4.Tema: “CIDADE INVISÍVEL: MORADORES DE RUA”.

4.1. O objetivo do tema é estimular a criatividade dos participantes, levando-os a uma reflexão para vida neste século.

5. Textos:

5.1. Deverão ser escritos em língua portuguesa (idem ao item 1.1), digitados em página branca tamanho A4, utilizar fonte Arial ou Times New Roman tamanho 12 e espaço 1,5.

5.2. Não serão aceitos trabalhos manuscritos. (ver item 3.1)

5.3. Os trabalhos deverão ser inéditos, isto é, ainda não publicados em nenhum meio de comunicação ou em livro e principalmente por sites ou blogs na internet.

5.4. Os textos deverão conter exclusivamente o título da obra e o pseudônimo do autor.

5.5. Os pseudônimos não deverão guardar qualquer semelhança com o nome, apelido ou outro fator de identificação do concorrente, pois se houver o inscrito será eliminado.

5.6. Não serão aceitas inscrições de paródias ou paráfrases.

5.7. Casos de plágios serão denunciados pela organização do concurso.

6. Apresentação dos trabalhos por via e-mail deverá seguir o modelo abaixo da ficha de inscrição:

*Segue o modelo de ficha de inscrição:

Nome completo;
Cidade de origem:
Data de nascimento completa:
Cidade que representa:
Atividade que ocupa:
Título do poema:
Pseudônimo:
E-mail:
Endereço postal:

6.1. Caso o inscrito não preencher devidamente o formulário acima não estará qualificado para o certame do concurso.

6.2. Os trabalhos que não obedecerem às regras deste concurso serão automaticamente desclassificados.

6.3. Os poemas enviados por via e-mail deverão estar em documento Word, seguindo as especificações do item 5.1.

6.4. Não serão aceitas inscrições através de PDFS ou digitalizações.

7. Julgamento:

7.1. O corpo de jurados será formado por profissionais da área, altamente qualificados pela Comissão Organizadora do Concurso, que serão conhecidos e apresentados brevemente no blog:


7.2. As decisões do júri são soberanas e irrecorríveis.

7.3. Serão ainda critérios para o julgamento das obras inscritas:

a) Vocabulário.
b) Conotação (uso de figuras de linguagem).
c) Ritmo.
d) Intertextualidade.
e) Criatividade.

7.4. Cada item acima valerá 20 pontos, o somatório de todos os itens é de 100 pontos.

7.5. Serão 06 (seis) jurados para 1ª etapa, onde sairão 10 finalistas para etapa final; outros 06 jurados farão suas avaliações e irão comentar cada obra finalista, dando o resultado final após o somatório dos pontos.

7.6. Manter o texto dentro das dimensões propostas no Regulamento.

7.7. Não serão aceitos trabalhos fora do tema estipulado.

7.8. Trabalhos com menções pornográficas, preconceituosas (cor, raças, sexo, religião, etc) serão automaticamente eliminados pelo júri.

7.9. A comissão organizadora decidirá sobre as omissões deste regulamento, depois de ouvida a opinião do júri.

8.Divulgação dos resultados:

8.1. A divulgação dos poemas inscritos com os seus pseudônimos será feita através do blog do concurso.

8.2. O resultado da 1ª etapa, que divulgará os finalistas será no dia 11 de julho de 2017.

8.3. O resultado final do concurso será no dia 18 de julho de 2017.

8.4. Tudo será divulgado no blog do concurso.

8.5. Caso ocorra atrasos nos resultados as datas serão modificadas e os inscritos saberão através do blog.

9. Premiação:

9.1. O primeiro colocado receberá um diploma, dois livros e medalha.

9.2. O segundo colocado receberá um diploma, um livro e medalha.

9.3. O terceiro receberá um diploma, um livro e medalha.

9.4. Caso no decorrer do concurso a comissão organizadora possa adquirir patrocínios, os prêmios serão mais pomposos com a realidade do concurso.

9.8. Não será permitido empate.

10. Disposições Gerais:

10.1. Honestidade, transparência e simplicidade são as marcas deste Projeto que no ano de 2017 fará 15 anos.

10.2. O PROJETO POESIARTE se reserva no direito de publicar os poemas dos três primeiros colocados no blog do concurso, ficando explícito que o ato de inscrição através da ficha implica em autorização para publicação.

10.3. Os autores dos poemas publicados serão automaticamente avisados por via e-mail.

Cabo Frio, 01 de abril de 2017.

Rodrigo Octavio Pereira de Andrade (Rodrigo Poeta)
Coordenador e idealizador do Concurso POESIARTE

APOIO:

Jornal Noticiário dos Lagos
ABRAONG de São Paulo-SP
Portal Árabe Alto Tietê-SP.